• Comunicação MVA Contabilidade

Por que contratar um contador para o seu condomínio?

Atualizado: Set 4



Quem mora em apartamentos ou em condomínios de casas sabe: uma das coisas que mais gera confusão é a parte financeira. A maioria não sabe direito exatamente como está a saúde financeira do local onde mora, como são investidos os recursos, se são feitas reservas, etc.

Por lei, não há obrigatoriedade de contratação de contador para auxiliar o síndico na administração e muitas vezes a contratação de um profissional parece ser desnecessária e onerosa. Entretanto, o síndico está obrigado a realizar prestações de contas periódicas e, portanto deve entender do assunto para que isso ocorra de maneira satisfatória.

Por falar em síndico, cabe uma distinção importante de papeis: a administração ainda compete a ele, mesmo com a existência de um contador, porém ele contará com um auxílio especializado.

Nas prestações de contas periódicas, o síndico deve apresentar:

  1. Demonstrações Contábeis/prestação de contas mensal e anual;

  2. Orçamentos (previsões realistas);

  3. Guias de Recolhimento de INSS, FGTS, ISS, DARF do IRRF, DARF do PIS;

  4. Boletos bancários das taxas de condomínio, normais e extras

  5. Controle de obrigações trabalhistas: livro próprio para registro de empregado, rescisões de contrato, atualização da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS).

“Na maioria dos casos, os síndicos são escolhidos por gostar de lidar com as obrigações do condomínio, terem boa relação com os condôminos, morarem no edifício há muito tempo ou terem sido eleitos em votação aberta. Em qualquer um dos casos, não necessariamente isso implica em conhecimento contábil, o que pode gerar problemas na hora da prestação de contas, parte da responsabilidade de um síndico.” (Fonte: CFContábil para Jornal Contábil)

Nesse sentido, partindo das premissas acima, podemos elencar as seguintes vantagens para a contratação de contabilidade especializada para o condomínio:

  1. A contratação do contador gera confiabilidade e segurança para os condôminos e para o próprio síndico;

  2. A organização patrimonial, econômica e financeira é aprimorada, facilitando inclusive as relações entre condôminos e membros da administração;

  3. Melhorias na gestão do ponto de vista contábil, orçamentário e fiscal são mais facilmente visualizadas por contabilistas;

  4. O síndico ganha a oportunidade de dedicar-se com mais afinco a outras frentes, tais como promoção de uma maior qualidade de vida entre os moradores – com eventos e outras oportunidades de socialização – uma vez que não está integralmente direcionado às atividades contábil-financeiras;

  5. Aumento da segurança, transparência e eficiência na gestão dos recursos do condomínio.

Fontes:

https://www.jornalcontabil.com.br/contabilidade-para-condominios-fazer-ou-nao-fazer/

https://cfcontabilidade.com.br/condominios/7-motivos-para-fazer-a-contabilidade-de-condominio/

https://www.contabeis.com.br/noticias/38035/condominios-devem-possuir-contabilidade/

#condomínio #contador #demonstrações

0 visualização
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

61 3202-5660

fale conosco

61 3202-5660